Conheça a Cidade do Cabo e as belezas dessa cidade sul africana

Famosa por seu porto natural, a Cidade do Cabo tem atraído milhares de turistas ano após ano. A FalaTurista separou alguns, dentre os vários motivos, que conquistaram tantos estrangeiros. A cidade é a capital da província do Cabo Ocidental e é a segunda maior cidade da África do Sul. Tem uma vida noturna intensa e fama de “cidade que não dorme”. Nela estão localizados o Parlamento Nacional e vários outros escritórios do governo, por esse motivo também é considerada a capital legislativa do país.

No princípio, o local estaria destinado a servir de estação de abastecimento de navios holandeses que navegavam para a África Oriental, Índia e extremo oriente. Essa estação teria sido construída pela Companhia Holandesa das Índias Orientais. A cidade só passou a se desenvolver rapidamente após a chegada do primeiro assentamento europeu permanente na África do Sul, em 1652. Podemos então considerar o tal assentamento como um importante marco na história da Cidade do Cabo. Abrigar o principal porto do país, fez da cidade uma referência nacional e internacional, com um essencial pólo comercial e industrial. A capital tem acolhido diversas importantes conferências, principalmente no Cape Town International Convention Center, um grande pólo comercial inaugurado em 2003. Outro significante acontecimento que veio para colaborar com o desenvolvimento da região foi a realização da Copa do Mundo FIFA de 2010 na África. O evento mundial gerou um grande boom no mercado local imobiliário e de construção.

Centro da Cidade do Cabo
Centro da Cidade do Cabo

Por apresentar tanta beleza, atrações, desenvolvimento cultural e econômico, esta cidade africana tem sido procurada por turistas dos quatro cantos do mundo. Para melhor atender a demanda de estrangeiros e visitantes, o aeroporto local passou, antes da Copa de 2010, por diversas melhorias. Centros de armazenamentos também foram aumentados para estocagem de mercadorias provenientes de outras regiões, devido ao crescimento da economia, e junto destes foram construídos prédios e hotéis. O Blackheath Lodge é um exemplo de hotel na Cidade do Cabo, com design e decoração aconchegantes e acolhedores. O Aeroporto Internacional da Cidade do Cabo, o segundo maior do país, tem voos diretos para vários destinos nacionais e internacionais. É uma a grande porta de entrada para a capital.

Na “Mama África” ou “cidade mãe”, como é popularmente conhecida, as estações do ano são bem definidas, o clima é mediterrâneo, de verões amenos. Durante o inverno, que começa em Julho e encerra-se em Setembro, a temperatura média do mês mais frio desse período é de 12ºC. No verão, que tem início em Dezembro e acaba em Março, o clima tende a ser seco e a temperatura média do mês mais quente é de 29ºC. A cidade não costuma enfrentar temperaturas muito agressivas ao longo do ano. As cores são extremamente predominantes na natureza do local, sendo comparada com o Rio de Janeiro. Sua localização, numa ponta bem remota do continente africano, próxima ao Cabo da Boa Esperança, confere à cidade uma beleza ainda mais exótica. Ela fica bem ao pé da “Table Mountain” – Montanha da Mesa (ou Tábua do Cabo), principal cartão postal da região. Como se não bastasse, ainda é banhada pelos oceanos Atlântico e Índico, com suas águas límpidas.

É uma metrópole moderna, que contradiz qualquer tipo de preconceito contra regiões situadas no continente africano. É de lá que a moda sai e distribui-se para todo o país. Essa união das belezas exóticas e selvagens, mas ao mesmo tempo cosmopolitas e atuais, conferem charme e atratividade ainda maiores à cidade. Há diversas formas de se divertir no local, como nas praias, montanhas, campos e vinícolas. Por lá, é possível encontrar todo o tipo de gente, judeus, ingleses, negros, brancos, africâncers e uma infinidade de povos que para lá foram atraídos. É uma terra multicultural.

Estradas - Cidade do Cabo
Estradas - Cidade do Cabo

Quem vai à essa bela cidade não pode deixar de visitar o principal cartão postal, a Montanha da Mesa, que nada mais é que uma incrível parede que protege a cidade dos ventos. Uma espécie de teleférico, como no Pão de Açúcar do Rio de Janeiro, leva os visitantes até o topo da montanha, de onde é possível vislumbrar a cidade por completo. Os locais históricos e as vinícolas também são importantes atrações, bem como o Jardim botânico, com mais de oito mil espécies de plantas. Os parques temáticos dos pássaros, das borboletas e do aquário, também possuem uma infinidade de diferentes espécies para se conhecer. Tem atração também para os visitantes com espíritos mais aventureiros, como as trilhas das montanhas africanas, o rapel ou um passeio até a reserva natural do Cabo da Boa Esperança, onde as correntes marítimas de Banguela e Agulha se encontram. Sem contar que, pelo caminho até a reserva, é possível se deparar com zebras, macacos, antílopes, avestruzes e diversas espécies de aves. Outra comparação pode ser feita com o RJ, pois os turistas costumam visitar towships, as “favelas” da cidade, como acontece no Brasil. A vida noturna em Cape Town, Cidade do Cabo em inglês, é intensa, repleta de bares, baladas, restaurantes, night clubs e muito entretenimento.


Deu para perceber as inúmeras semelhanças que existem entre a Cidade do Cabo e algumas cidades do Brasil, como por exemplo, o Rio de Janeiro. As belezas naturais e a alegria dos povos, com certeza, estão entre essas semelhanças que mais chamam a atenção. No site da FalaTurista, você encontra as melhores opções de hotéis no Rio de Janeiro, caso você queira conhecer as duas cidades e fazer essa comparação pessoalmente. Com certeza, você vai gostar!

Famosa por seu porto natural, a Cidade do Cabo tem atraído milhares de turistas ano após ano. A FalaTurista separou alguns, dentre os vários motivos, que conquistaram tantos estrangeiros. A cidade é a capital da província do Cabo Ocidental e é a segunda maior cidade da África do Sul. Tem uma vida noturna intensa e fama de “cidade que não dorme”. Nela estão localizados o Parlamento Nacional e vários outros escritórios do governo, por esse motivo também é considerada a capital legislativa do país.

No princípio, o local estaria destinado a servir de estação de abastecimento de navios holandeses que navegavam para a África Oriental, Índia e extremo oriente. Essa estação teria sido construída pela Companhia Holandesa das Índias Orientais. A cidade só passou a se desenvolver rapidamente após a chegada do primeiro assentamento europeu permanente na África do Sul, em 1652. Podemos então considerar o tal assentamento como um importante marco na história da Cidade do Cabo. Abrigar o principal porto do país, fez da cidade uma referência nacional e internacional, com um essencial pólo comercial e industrial. A capital tem acolhido diversas importantes conferências, principalmente no Cape Town International Convention Center, um grande pólo comercial inaugurado em 2003. Outro significante acontecimento que veio para colaborar com o desenvolvimento da região foi a realização da Copa do Mundo FIFA de 2010 na África. O evento mundial gerou um grande boom no mercado local imobiliário e de construção.

Por apresentar tanta beleza, atrações, desenvolvimento cultural e econômico, esta cidade africana tem sido procurada por turistas dos quatro cantos do mundo. Para melhor atender a demanda de estrangeiros e visitantes, o aeroporto local passou, antes da Copa de 2010, por diversas melhorias. Centros de armazenamentos também foram aumentados para estocagem de mercadorias provenientes de outras regiões, devido ao crescimento da economia, e junto destes foram construídos prédios e hotéis. O Blackheath Lodge é um exemplo de hotel na Cidade do Cabo, com design e decoração aconchegantes e acolhedores. O Aeroporto Internacional da Cidade do Cabo, o segundo maior do país, tem voos diretos para vários destinos nacionais e internacionais. É uma a grande porta de entrada para a capital.

Na “Mama África” ou “cidade mãe”, como é popularmente conhecida, as estações do ano são bem definidas, o clima é mediterrâneo, de verões amenos. Durante o inverno, que começa em Julho e encerra-se em Setembro, a temperatura média do mês mais frio desse período é de 12ºC. No verão, que tem início em Dezembro e acaba em Março, o clima tende a ser seco e a temperatura média do mês mais quente é de 29ºC. A cidade não costuma enfrentar temperaturas muito agressivas ao longo do ano. As cores são extremamente predominantes na natureza do local, sendo comparada com o Rio de Janeiro. Sua localização, numa ponta bem remota do continente africano, próxima ao Cabo da Boa Esperança, confere à cidade uma beleza ainda mais exótica. Ela fica bem ao pé da “Table Mountain” – Montanha da Mesa (ou Tábua do Cabo), principal cartão postal da região. Como se não bastasse, ainda é banhada pelos oceanos Atlântico e Índico, com suas águas límpidas.

É uma metrópole moderna, que contradiz qualquer tipo de preconceito contra regiões situadas no continente africano. É de lá que a moda sai e distribui-se para todo o país. Essa união das belezas exóticas e selvagens, mas ao mesmo tempo cosmopolitas e atuais, conferem charme e atratividade ainda maiores à cidade. Há diversas formas de se divertir no local, como nas praias, montanhas, campos e vinícolas. Por lá, é possível encontrar todo o tipo de gente, judeus, ingleses, negros, brancos, africâncers e uma infinidade de povos que para lá foram atraídos. É uma terra multicultural.

Quem vai à essa bela cidade não pode deixar de visitar o principal cartão postal, a Montanha da Mesa, que nada mais é que uma incrível parede que protege a cidade dos ventos. Uma espécie de teleférico, como no Pão de Açúcar do Rio de Janeiro, leva os visitantes até o topo da montanha, de onde é possível vislumbrar a cidade por completo. Os locais históricos e as vinícolas também são importantes atrações, bem como o Jardim botânico, com mais de oito mil espécies de plantas. Os parques temáticos dos pássaros, das borboletas e do aquário, também possuem uma infinidade de diferentes espécies para se conhecer. Tem atração também para os visitantes com espíritos mais aventureiros, como as trilhas das montanhas africanas, o rapel ou um passeio até a reserva natural do Cabo da Boa Esperança, onde as correntes marítimas de Banguela e Agulha se encontram. Sem contar que, pelo caminho até a reserva, é possível se deparar com zebras, macacos, antílopes, avestruzes e diversas espécies de aves. Outra comparação pode ser feita com o RJ, pois os turistas costumam visitar towships, as “favelas” da cidade, como acontece no Brasil. A vida noturna em Cape Town, Cidade do Cabo em inglês, é intensa, repleta de bares, baladas, restaurantes, night clubs e muito entretenimento.

Deu para perceber, que inúmeras são as semelhanças que existem entre a Cidade do Cabo e algumas cidades do Brasil, como por exemplo, o Rio de Janeiro. As belezas naturais e a alegria dos povos, com certeza, estão entre essas semelhanças que mais chamam a atenção. No site da FalaTurista, você encontra as melhores opções de hotéis no Rio de Janeiro, caso você queira conhecer as duas cidades e fazer essa comparação pessoalmente. Com certeza, você vai gostar!

3 destinos para visitar e comer muito bem

Para quem quer viajar e desfrutar dos melhores restaurantes, vamos falar de destinos que são “um prato cheio”. Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro são roteiros imperdíveis e você pode aproveitar, além das belezas, a culinária peculiar de cada cidade. Confira algumas dicas abaixo.

Curitiba

Conhecer os Bairros São Francisco, Santa Felicidade, Água Verde, Batel e Bigorrilho é tarefa indispensável para quem vai a Curitiba. Estes bairros abrigam a melhor culinária da cidade.

Santa Felicidade - Curitiba
Santa Felicidade - Curitiba
  • No São Francisco o preferido é a matriz do restaurante Madero, indicado por oferecer a melhor carne da cidade. O chefe Júnior Durski prepara carnes importadas da Argentina e do Uruguai sobre a lenha pré-queimada, impedindo a subida de fuligens. Um prato muito procurado na cozinha de Durski é o saboroso Entrecôte, um tipo de contra-filé da costela. Os acompanhamentos são cobrados à parte.
  • Os restaurantes de Santa Felicidade são dedicados à culinária italiana, em sua maioria. Nesse bairro vale muito à pena conhecer os restaurantes da Famiglia Fadaneli, a paleta de cabritos com talharim na manteiga de alecrim, brócolis e batata dourada é a especialidade da casa.
  • No Batel podemos certamente indicar o DOP Cucina, comandado pelo paranaense Paulino da Costa, que tem influências italianas e foi eleito o chef do ano 2010/2011 pela revista Veja Comer & Beber. Os pratos tradicionais são a bisteca à fiorentina e a costeleta de cordeiro guarnecida de batata gratinada. O chefe também é especialista em sobremesas.

Se você deseja experimentar o prato típico da cidade, a Carne de Onça, procure não somente nos restaurantes indicados, mas também em bares e nos hotéis em Curitiba.

São Paulo

O Tordesilhas e o Varanda Grill são ótimos restaurantes para quem veio passar uns dias e quer sair da rotina do hotel em São Paulo.

Varanda Grill Restaurante de SP
Varanda Grill Restaurante de SP
  • O Tordesilhas, na Consolação, recebeu destaque de melhor cozinha tipicamente brasileira pela sétima vez. Os principais pratos da casa são o galeto assado com curau salgado na palha de milho e arroz de abobrinha ao aroma de pequi, a moqueca de badejo e camarão e a cocada de forno regada com calda de tamarindo, servida com sorvete de tapioca.
  • Como melhor carne da cidade podemos indicar o Varanda Grill, no Jardim Paulista. O restaurante conseguiu garantir o título de “o melhor restaurante de carnes do Brasil” com cortes típicos dos EUA, da Argentina e do próprio Brasil. O responsável pela carta de vinhos do local foi apontado pela revista Veja São Paulo como o sommelier número 1 da cidade.

A culinária de SP é extremamente diversificada. A região é um grande polo gastronômico, já que muitas culinárias típicas de outros países foram parar na cidade.

Rio de Janeiro

Agora, se você está passando alguns dias em hotéis no Rio de Janeiro, aproveite para pedir, no próprio restaurante do hotel, os pratos típicos da região: feijoada ou bacalhau. Se já os conhece, confira nossas outras sugestões.

Restaurantes no Rio de Janeiro
Restaurantes no Rio de Janeiro

A Veja Rio de Janeiro indica o restaurante A Marisqueira, com especialidades da cozinha portuguesa, o 66 Bistrô, com especialidades francesas e o 4 Estações, tipicamente brasileiro.

  • A Marisqueira fica em Copacabana e já completou 53 anos de tradição servindo os melhores frutos do mar. Os mais pedidos são os bolinhos de bacalhau, o bacalhau à mario soares, posta frita no alho com batata, molho de pimentão, tomate e cebola. Tipicamente carioca.
  • O 66 Bistrô está localizado no bairro Jardim Botânico e possui decoração informal e descontraída. Para o almoço a sugestão é o bufê de saladas, carpaccios e quiches com grelhado. Todos acompanham arroz de jasmim ou batata crisp. Inúmeros outros requintados pratos a la carte são servidos no Bistrô e à noite o destaque é o menu do chef, com entrada, prato principal e sobremesa.
  • Na Barra da Tijuca temos o 4 Estações, onde só se chega de balsa. A especialidade são os frutos do mar e o carro-chefe é a moqueca à moda alagoana, que pode ser de peixe, camarão ou frutos do mar; acompanham arroz, farofa amarela e acaçá. É preciso fazer reservas.

Além dessas opções, você pode conferir outros restaurantes ótimos no Rio de Janeiro clicando aqui.

Top 5 – Hotéis no Rio de Janeiro

Visitar o Rio de Janeiro é o desejo de muitos turistas do mundo inteiro. A cidade maravilhosa possui praias paradisíacas, belíssimas paisagens e muito agito. Mas o que é um sonho pode se transformar em um grande pesadelo se você não fizer a escolha certa de um bom hotel e com antecedência. Além dos hotéis no Rio serem muito concorridos, os valores praticados são bem salgados. Para facilitar a sua vida, selecionamos alguns dos hotéis baratos do Rio de Janeiro e que mantém uma ótima qualidade em seus serviços.

Confira ótimos hotéis no Rio de Janeiro

1 – Copacabana Palace

O Copacabana Palace é o mais tradicional e luxuoso hotel do Rio de Janeiro. Localizado no bairro mais famoso da capital fluminense, é claro, Copacabana, o hotel foi palco para alguns filmes e cenas de novela. Atualmente, o Copacabana Palace é bastante usado pela alta sociedade carioca para realização de eventos e ainda recepciona hóspedes dispostos a gastar uma boa quantia nas diárias.

2 – Leme Othon Palace

Hotel Leme Othon Palace
Hotel Leme Othon Palace

O Leme Othon Palace fica de frente para a praia de Copacabana. Localizado no tranqüilo bairro do Leme, o hotel fica a poucos minutos do aeroporto Santos Dummont e apenas a 30 minutos do aeroporto internacional do Galeão. O hotel é uma ótima opção para os executivos que visitam a cidade. As tarifas estão a partir de R$309,00.

3 – Ipanema Plaza

Ipanema Plaza
Ipanema Plaza

O bairro de Ipanema sedia uma das praias mais badaladas da cidade, diversas lojas, bares e restaurantes, diversos famosos, e é claro, o hotel Ipanema Plaza. Requinte e conforto, aliados a modernas facilidades tecnológicas garantem um ambiente aconchegante e funcional.

4 – Hotel Glória

Um dos pontos mais importantes do bairro da Glória, o Hotel Glória é um dos mais importantes da rede hoteleira do Rio de Janeiro. Construído no início do séc. XX, o hotel presta excelentes serviços até hoje. Ele conta com apartamentos confortáveis, diversas opções de lazer e um serviço gastronômico exímio.

5 – Royalty Barra Hotel

Royalty Barra Hotel
Royalty Barra Hotel

De frente para o mar, localizado na região mais nobre na Barra da Tijuca, o Royalty Barra Hotel conta com uma estrutura moderna e luxuosa e muito agradável. Além dos ótimos serviços, o hotel possui ótimos preços, com apartamentos a partir de R$250,00.

Agora que alguns dos melhores hotéis no Rio de Janeiro já foram apresentados,veja quais deles mais se adéquam a suas necessidades, faça sua reserva e boa viagem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...